Alimentar-se adequadamente é essencial para ter uma boa noite de sono. Especialmente no fim do dia, vale a pena prestar atenção ao tipo de alimento que se ingere, pois ele pode contribuir para bons sonhos ou atrapalhá-los.

Aliar alimentação saudável, exercícios e disciplina com horários é uma grande arma para combater a insônia, que afeta 36,5% dos brasileiros, segundo dados do Instituto do Sono.

Para começar a busca por bons hábitos, evitar itens gordurosos e doces pelo menos 5 horas antes de dormir é a indicação da nutricionista da Sanavita, Andrea Hirga.

“Se a digestão fica comprometida no momento de dormir, é mais possível que se tenha dificuldade em descansar à noite”, aconselhou. Por isso, alimentos leves e quentes são recomendáveis para gerar sensação de conforto e bem estar.

Veja uma lista de comidas recomendáveis para evitar problemas com insônia: 

Aveia


A aveia é fonte de triptofano — um aminoácido que ajuda a sintetizar serotonina, o “hormônio do prazer” — e ajuda também a manter um sono contínuo. Além disso, segundo o nutricionista Daniel Novais, é um cereal rico em melatonina, que também potencializa os efeitos do triptofano. 

Legumes

iStockA couve e o alface, segundo Daniel Novais, são ricos em magnésio. Ajudam a carregar mais rápido o triptofano para produzir serotonina, importante contribuidora de um sono leve e tranquilo, além de essencial no relaxamento muscular.

Banana e cacau

iStock
A dica da nutricionista Andrea Hirga é misturar os dois alimentos, aquecendo a banana no microondas e colocando cacau em pó por cima. A combinação também gera mais serotonina. Daniel Novais indica que, caso se opte por chocolate antes de dormir, é ideal escolher um que tenha pelo menos  85% de cacau.

Cereja

iStockA fruta é rica em melatonina — hormônio indutor do sono.  O ideal é optar pela cereja fresca. Uma boa combinação é chá de camomila com pedaços de cereja. “O chá quente ajuda a relaxar e desestressar”, aconselhou Daniel.

Leite

iStockEssa é mais uma fonte de triptofano. A dica da Andrea Hirga é aquecê-lo para gerar relaxamento. “Evitar excessos à noite é sempre a melhor opção para manter e  cuidar das horas de sono”, afirmou.

COMPARTILHAR