Cantor e produtor musical foi fundamental para história do rock nacional
Reprodução | Facebook

O cantor e produtor Kid Vinil morreu na tarde desta sexta-feira, 19, aos 62 anos, em São Paulo. Importantíssimo para a construção do rock nacional, Antônio Carlos Senefonte, nome de batismo do artista, iniciou sua carreira com o grupo Verminose, um dos pioneiros do pós-punk no país.

Pouco tempo depois, a banda se transformou no Magazine. No início dos anos 80, o grupo alcançou sucesso nacional com os hits Sou Boy e Tic-Tic Nervoso.

Em 2015, Kid ganhou a biografia Um Herói do Brasil, escrita pelo jornalista Ricardo Gozzi e pelo músico Duca Belintani. Nas redes sociais, artistas e amigos lamentaram a notícia: “Meu professor, descanse em paz”, escreveu João Gordo.

“Amigos, acabei de receber a mais triste notícia de que meu amigo e professor Kid Vinil faleceu hoje a tarde. Muita tristeza!”, disse Luiz Thunderbird no Twitter.

Kid Vinil passou mal em um show na madrugada de 16 de abril em Conselheiro Lafaiete, região central de Minas Gerais. Poucos dias depois, com a ajuda de amigos e familiares, foi trazido para São Paulo.

COMPARTILHAR