Fale Conosco

Brasil

Governo Temer quer liberar até 40% do ensino médio a distância

Postado

Governo Temer quer liberar até 40% do ensino médio a distância

De acordo com a Folha, as regras debatidas autorizam que qualquer conteúdo escolar previsto no currículo possa ser dado à distância. Se aprovado, os alunos poderiam ter dois dias de aula por semana fora da sala.

O governo federal quer autorizar que 40% da carga horária do ensino médio seja feita à distância. No caso da educação para jovens e adultos, a proposta é liberar 100% do curso. A regulamentação da carga horária está prevista na resolução que atualiza as Diretrizes Curriculares Nacionais do Ensino Médio, ainda que a possibilidade tenha sido vetada na ocasião da reforma do ensino médio.

De acordo com a Folha, as regras debatidas autorizam que qualquer conteúdo escolar previsto no currículo possa ser dado à distância. Se aprovado, os alunos poderiam ter dois dias de aula por semana fora da sala.

O aval para até 40% da carga à distância abriria margem para conter a crise pela falta de professores. Atualmente o Brasil tem 6,9 milhões de matrículas no ensino médio público, dos quais 1,5 ilhão dos jovens de 15 a 17 anos (14,6% do total) já abandonaram os estudos.

Bahia Notícias

Puplicidade

Facebook