Fale Conosco

Beleza

Bactéria da pele protege contra desenvolvimento de câncer, diz estudo

Postado

iStock

Esqueça a missão de deixar a pele do rosto completamente limpa. De acordo com uma pesquisa divulgada pela Science Advances, bactérias que ficam na epiderme podem frear a produção de tumores induzidos por raios UV.

“Essa bactéria específica gera uma toxina que mata células cancerígenas, mas, aparentemente, não faz mal a outros tipos de partículas”, comenta Richard Gallo, um dos autores do estudo. O relatório trata da Staphylococcus epidermidis, capaz de alterar a síntese de DNA.

Para aplicar a teoria, os pesquisadores fizeram dois testes, com dois grupos de ratos. Em um deles, os animais foram receptores de uma aplicação da bactéria na pele e expostos a raios causadores de câncer. Depois, receberam uma injeção de melanoma.

Os outros roedores não foram submetidos a qualquer dose ou injeção. Apesar disso, o grupo que sofreu alterações no DNA conseguiu suprimir mais da metade das células cancerígenas.

A novidade deixou a comunidade científica animada. “Os achados mostram um novo papel do ‘comensal’ agindo em defesa do hospedeiro”, conclui o estudo.

Puplicidade

Facebook